Rádio JOVEM PAN

102.3. Jovem Pan Ipatinga

Ouvir

Rogério Flausino manda recado a deputado que citou Jota Quest ao defender Temer: “me erra”

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Jota Quest participa do Pânico; veja fotos

Jota Quest falou sobre o projeto

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Jota Quest falou sobre o projeto "Jota Quest Acústico", o 1º da carreira no formato unplugged

Jota Quest no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Jota Quest no Pânico

Jota Quest no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Jota Quest no Pânico

Jota Quest no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Jota Quest no Pânico

Jota Quest no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Jota Quest no Pânico

Jota Quest no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Jota Quest no Pânico

Jota Quest no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Jota Quest no Pânico

Jota Quest falou sobre o projeto "Jota Quest Acústico", o 1º da carreira no formato unplugged
Jota Quest no Pânico
Jota Quest no Pânico
Jota Quest no Pânico
Jota Quest no Pânico
Jota Quest no Pânico
Jota Quest no Pânico

No início desta semana, o deputado federal Silvio Costa (Avante, antigo PTdoB) fez uma referência a um conhecido hit do Jota Quest ao defender Michel Temer (PMDB). De acordo com ele, o relatório apresentado por Bonifácio de Andrada (PSDB) – relator da segunda denúncia contra o presidente na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara – salvará o peemedebista das acusações de maneira “fácil, extremamente fácil”. Mas o grupo parece não ter gostado da ironia.

“Esses dias aí um deputado falou isso, ‘fácil igual o Jota Quest’. Ah, me erra. Me esquece. Deixa a gente tranquilo aqui”, disse o vocalista Rogério Flausino nesta quarta-feira (4) em entrevista ao Pânico na Rádio. A banda, formada também por Marco Túlio, PJ, Paulinho Fonseca e Márcio Buzelin, reforçou seu discurso político iniciado nas últimas semanas, desde que esteve na edição de 2017 do Rock in Rio. Na ocasião, o cantor criticou a polarização e, ao mandar um abraço às comunidades cariocas, afirmou que “a paz é mais importante do que todos os motivos que esses canalhas têm para passar a mão na nossa grana”.

“No Rock in Rio aconteceu aquele discurso todo sobre a Amazônia. É óbvio que esse assunto é importantíssimo, mas é falado há tanto tempo. Acho que esses últimos acontecimentos foram uma cortina de fumaça do Vampirão [referência a Michel Temer]. ‘Vamos jogar alguma coisa aí para ninguém perceber as cagadas maiores que estamos fazendo do lado de cá’. Fico perplexo com isso”, declarou Flausino, brincando que “Fora, Temer” foi a “música” que mais tocou no festival.

O grupo esteve na bancada para divulgar seu mais novo trabalho, o CD e o DVD Jota Quest Acústico, primeiro álbum no formato unplugged de sua carreira. Ele foi gravado em maio em um estúdio de São Paulo e acaba de ser disponibilizado nas lojas e plataformas online. O disco possui 25 músicas, sendo três delas inéditas: Morrer de Amor (Alexandre Carlo), A Vida e Outras Histórias (Marco Túlio Lara, Tibless, Simões e Leoni) e Você Precisa de Alguém (Marcelo Falcão). Milton Nascimento e Marcelo Falcão (ex-líder de O Rappa) fazem participações especiais.

“Nossos dois últimos discos [Funky Funky Boom Boom (2013) e Pancadélico (2015)] representaram uma volta às nossas origens. Foram soul, funk, disco. Com eles a gente matou a saudade. Agora o Acústico é um passo à frente. É uma coisa que a gente nunca tinha feito (...). Esse formato fez sucesso anos 1990 e 2000, mas achávamos que não tínhamos um repertório vasto na época. Vinte anos depois resolvemos fazer. É uma revisão, um balanço da carreira”, concluiu o vocalista.

Os próximos shows do Jota Quest acontecem dia 14 de outubro em Campo Grande (MS), 1 de novembro em Pelotas (RS), 3 e 4 de novembro em Belo Horizonte (MG), 7 de novembro em Aracaju (SE), 9 de novembro em Novo Hamburgo (RS), 10 de novembro em Curitiba (PR), 11 de novembro em São Paulo (SP) e 18 de novembro em Vitória (ES). 


Tags da Pan

Comentários